Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

OS SUBTERRÂNEOS DO PORTO - Manancial de Paranhos / Arca d´Água.

( Ponto de encontro para o inicio das visitas, na Praça 9 de Abril - Mais conhecida por Jardins de Arca d´Água ou Arca de Água)

De um folheto distribuído pelos S.M.A.S., pode-se ler:

Muito antes de se fazer a captação no rio Sousa, e quando ainda não havia abastecimento domiciliário, a população do Porto abastecia-se de água nas fontes e chafarizes que havia um pouco por toda a cidade.

As fontes e chafarizes eram abastecidas por vários mananciais, dos quais os mais abundantes eram os de Paranhos, Salgueiros, Campo Grande, Camões, Póvoa de Cima, Cavaca, Fontaínhas, Virtudes, Aguardente e Malmeajudas.

A nossa visita é ao antigo manancial de Paranhos, que foi sem dúvida, o mais importante, devido á excelente qualidade e pureza da sua água e " ao seu copioso caudal ".
Era conhecido, também, pelo manancial da Arca de Água ou das Três Fontes, por serem três as nascentes de onde a água brotava.

A água saía da Arca das Três Fontes, atravessava, por baixo do solo, a antiga estrada de Braga e seguia pela Defesa do Agueto até ao Regado e daqui continuava " alcantilada em arcos " para o Monte Pedral.

Por alturas da actual Rua de Antero de Quental ( antiga Rua da Rainha ) o manancial de Paranhos juntava-se ao de Salgueiros que nasce por ali. Os dois prosseguiam juntos o seu curso, cortando vários campos até à entrada de Cedofeita, acima do Ribeirinho. Finalmente atravessavam várias propriedades, umas vezes a descoberto outras sob o solo, até aos Ferradores ( Praça de Carlos Alberto ) e terminava na Arca de Sá de Noronha, " junto á Porta do Olival " .

A mais antiga noticia que se conhece sobre o abastecimento de água á cidade do Porto remonta ao ano de 1392. Segundo a acta de uma reunião camarária, naquele ano os vereadores ocuparam-se dos chafarizes e fontes porque neles " sse ffaziam grandes Çugidoens de muytos lixos....".

Ao certo não se sabe quando começou a ser explorada, para utilidade pública, a água do manancial de Paranhos. Mas sabe-se que no reinado de D. Sebastião os moradores do Porto solicitaram do monarca autorização para utilizar aquela água, em proveito da cidade, oferecendo mil cruzados para a ajuda da encanação. Esta petição, no entanto, perdeu-se. Mais tarde foi de novo formulada, agora Filipe I que Despachou favoravelmente em 20 de Novembro de 1597, mandando que se fizesse a obra.

É evidente que não há termo de comparação entre o que foi o primitivo encanamento do manancial de Paranhos e o que ele é hoje.

Para mais informação sobre os mananciais de Paranhos e Salgueiros, ver neste mesmo site, na secção, Porto - Parques e Jardins , S.M.A.S. - Jardins e Fontes, a história detalhada deste mananciais.



Manancial de Paranhos /Arca d´Água




































publicado por Admin às 22:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.últ. comentários

Este link não funciona. Por favor, coloque um novo...
cria um novo link por favor
http://youtu.be/jb3FvmaWtRo
Meu sonho è ter sexo com ela...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Si quieren ver mas de ella visiten: http://bootyc...
adoro documentarios !!!show de bola esse blog !!!!...
eu saquei o jogo mas nao consigo jogar, ele foi te...
em 1º lugar, para os que tem o minimo de conhecime...
blogs SAPO

.subscrever feeds